Portal Oficial - Instituto Nacional de Estatística
      
 

COVID-19: uma leitura territorial do contexto demográfico e do impacto socioeconómico - Dados até 20 de maio
Indicadores de contexto para a pandemia COVID-19 em Portugal
COVID-19: uma leitura territorial do contexto demográfico e do impacto socioeconómico - Dados até 20 de maio
22 de maio de 2020

Resumo

Apesar da progressiva disseminação da pandemia pelo território nacional, o seu impacto continua a ser caracterizado por uma elevada heterogeneidade regional particularmente quando se tem em conta, além dos números absolutos de casos e óbitos, indicadores relativos em função da dimensão e densidade demográfica por km2 das unidades territoriais consideradas na análise. Tomando como unidade de referência o município, os dados de casos confirmados de COVID-19 referentes a 20 de maio (mais 2 semanas que no destaque anterior sobre o mesmo tema), verifica-se que:
• Em Portugal, por cada 10 mil habitantes existiam 29,1 casos confirmados de COVID-19. O número de casos confirmados com a doença COVID-19 por 10 mil habitantes foi acima do valor nacional em 53 municípios e deste conjunto, 36 pertenciam à região Norte.
• A leitura da relação entre o número de casos confirmados por 10 mil habitantes e a densidade populacional destaca um conjunto de 36 municípios com valores acima da média nacional em ambos os indicadores.
• A pandemia afetou o mercado habitacional de forma também diferenciada no território. A Área Metropolitana de Lisboa e o Algarve, regiões com maior dinamismo no mercado de aquisição de habitação, registaram uma diminuição no número de vendas de alojamentos familiares em março 2020, face ao período homólogo.
Enquadrados no domínio do Statslab do INE, este destaque apresenta ainda dados sobre mobilidade da população ao nível regional proporcionados pela iniciativa “Data for Good” do Facebook.


Destaque
Download do documento PDF (5606 Kb)
Quadros
Excel Excel (184 Kb)